Onda de violência: Índia e Paquistão (1947)

 

Criado para abrigar a população muçulmana da Índia, o Paquistão era dividido em um território no Oeste e outro no Leste (que em 1971 se tornou Bangladesh). No meio, ficava a Índia, de maioria hindu.

Essa partilha do território indiano, baseada na religião, resultou na migração em massa de milhões de pessoas: muçulmanos indo da Índia em direção ao Paquistão, hindus e sikhs fazendo o caminho inverso.

Mal-preparados para lidar com essa situação, os novos governos não conseguiram manter a lei e a ordem, e a violência eclodiu nos dois lados da fronteira, no que muitos consideram uma das maiores tragédias do século 20.

As estimativas sobre o número de vítimas até hoje não são precisas, mas calcula-se que tenham morrido entre 200 mil e 1 milhão de pessoas. Dezenas de milhares de mulheres foram estupradas ou seqüestradas, e cerca de 12 milhões de pessoas se tornaram refugiadas.

De quem foi a culpa pela onda de violência?

Os britânicos foram acusados de se retirar da Índia rápido demais. A Grã-Bretanha argumenta que foi forçada a agir rapidamente devido à quebra da lei e da ordem, e que quanto mais tempo permanecesse no território, pior ficaria a situação. Além disso, os britânicos afirmam que tinham recursos limitados depois da Segunda Guerra Mundial.

      O que aconteceu após a partilha do território?

Os dois países, já profundamente divididos devido à questão na Caxemira, buscaram diferentes alianças no cenário internacional. A Índia se voltou para a URSS como um aliado estratégico e só foi liberalizar sua economia a partir da década de 1990. Já o Paquistão escolheu como principais parceiros em sua política externa a China e os EUA.

     Qual a situação da disputa pela Caxemira?

A disputa pelo território da Caxemira, no Himalaia, foi o motivo de duas das três guerras entre a Índia e o Paquistão. A Caxemira tinha uma população majoritariamente muçulmana, mas um governante hindu, que acabou se unindo à Índia em troca de ajuda militar.

Poucos meses depois da independência do domínio britânico, a Índia e o Paquistão já estavam em guerra no território. A disputa continua sem solução.

REFLEXÃO: A tensão na Caxemira serve de justificativa para que as duas nações militarizem suas fronteiras e, mesmo sendo países com enormes taxas de pobreza, gastem muito dinheiro em tecnologias bélicas. Porém, as forças de paz se fizeram presente, mas não conseguiram evitar o alto índice de mortes e o desenvolvimento do poderio bélico nuclear. Mesmo assim, ainda não há uma solução para esse caso.

Ponto de discórdia - Caxemira

 Índia&Paquistão – Youtube

 http://www.youtube.com/watch?v=QmQeQekN9J4&NR=1

FONTES:

   http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2007/08/070809_partition_ac.shtml

http://www.pedalnaestrada.com.br/pages.php?recid=338

 

Uma resposta to “Onda de violência: Índia e Paquistão (1947)”

  1. Miréia letra da música de (Juanes) traduzida para o Português Says:

    O que aconteceu eu pergunto
    Eu pergunto o que aconteceu no mundo hoje
    Que em todos os jornais
    Eu leio a mesma noticia de horror
    Vidas que calam sem razão

    Porque será que ha tanta guerra?
    Porque será que ha tanta pena?
    Oque será? Oque será? Eu pergunto

    Que será que será? pregunto yo
    Pergunto eu que será que não ha amor
    E que em vez de nos abraçarmos uns aos outros nos matamos
    E esquecemos o amor

    Porque será que ha tanta guerra?
    Porque será que ha tanta pena?
    Oque será? Oque será? Eu pergunto

    As pessoas estão se matando, as pessoas estão se morrendo
    E eu continuo aqui sem entender

    O que acontece com o mundo que esta tão inmundo
    Que acontece pergunto, que acontece pergunto
    Pergunto eu o que acontece hoje com o mundo
    Que esta tão absurdo, que está sombrio
    Que acontece que nada bom nos acontece
    E que a paz por aqui nunca pasa
    O que acontece que só acontece guerra
    O que é que acontece, eu pergunto

    As pessoas estão se matando, as pessoas estão se morrendo
    E eu continuo aqui sem entender

    O que acontece com o mundo que esta tão inmundo
    Que acontece pergunto, que acontece pergunto
    Pergunto eu o que acontece hoje com o mundo
    Que esta tão absurdo, que está sombrio
    Que acontece que nada bom nos acontece
    E que a paz por aqui nunca pasa
    O que acontece que só acontece guerra
    O que é que acontece, eu pergunto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: